• Serviço Discreto

    Embalagem e Facturação Discreta e Simples

  • Envio grátis para Portugal em encomendas acima de 50€

    Escolhe o seu dia de preferência

  • Protecção dos Dados de Clientes

    Os seus dados estão seguros e protegidos connosco

Comece o Combate à Retenção de Líquidos

Aquela Sensação de Inchaço...

Já se sentiu mais gorda mas sem encontrar justificação aparente? Já se sentiu inchada em determinadas alturas do mês? A verdade é que o nosso corpo é maioritariamente constituído por água e a retenção de líquidos é uma realidade muito frequente na maioria das pessoas. Alguns estudos indicam inclusivamente que podemos ganhar mais de dois quilos apenas por culpa da retenção de líquidos.

No entanto, se tomar alguns cuidados e estiver atenta aos sinais que o seu corpo lhe dá vai saber o que fazer em relação à acumulação de líquidos. Em alguns casos alguns diuréticos são suficientes mas noutros há que recorrer a tratamentos mais específicos. A retenção de líquidos tem solução mas deve ter noção que em determinados momentos da sua vida ela pode voltar.

O Que é a Retenção de Líquidos?

A retenção de líquidos acontece quando o nosso corpo acumula água em determinadas zonas. Esta retenção dá-se quando o corpo passa por desequilíbrios. Por isso, a retenção de líquidos é algo muito comum e frequente, especialmente nas mulheres e principalmente no período pré-menstrual.

Os líquidos que estão nos nossos vasos sanguíneos, saem para se acumularem nos tecidos subcutâneos. Habitualmente vão parar a zonas como as pernas, tornozelos, mãos, pés e abdómen provocando inchaços (edema), sensação de peso nas pernas, desconforto generalizado e um aumento de peso que pode ir até 2 a 3 quilos. Quando acontece nas pernas é uma preocupação para muitas mulheres mas, se para algumas a retenção de líquidos apenas incomoda uma vez por mês, para outras é uma preocupação constante.

Causas da Retenção de Água no Corpo

Uma das principais causas para a retenção de líquidos tem a ver com alterações hormonais que acabam por causar os tais desequilíbrios responsáveis pela retenção de líquido, no entanto, outros factores podem contribuir para que haja retenção. Hereditariedade, pouca ingestão de líquidos, falta de determinadas vitaminas na alimentação ou demasiado consumo de sal podem fazer com que tenha retenção de líquidos nas pernas. Mas a lista de causas não se fica por aqui. Às vezes, motivos simples e banais podem estar na origem da retenção de líquidos, tais como a falta de exercício, roupa muito apertada e até mesmo a pressão atmosférica podem ser os culpados. Insuficiência renal ou vascular, hipertensão arterial, hipotiroidismo, problemas de fígado ou problemas circulatórios também podem contribuir. Segue a lista dos principais culpados da retenção de líquidos:

TPM: A tensão pré menstrual é uma das principais causas apontadas à retenção de líquidos. Isto acontece porque, alguns dias antes da menstruação, há no nosso corpo um aumento da produção de progesterona. Esta hormona vai provocar a retenção de líquidos na zona do abdómen e das mamas. Com o início do fluxo menstrual e com a queda desta hormona a tendência é para a que a retenção de líquidos desapareça.
Anti Contraceptivos hormonais: Algumas pílulas, cuja dosagem de estrogénio é mais elevada, vão fazer com que tenha mais tendência para fazer retenção de líquidos.
Passar muito tempo sentada:
Se tiver de passar longas horas sentada é certo que vai começar a fazer retenção de líquidos. Isto acontece porque as penas não conseguem distribuir o sangue para outras partes do corpo.
Saltos altos: O uso de saltos altos vai fazer com que os gémeos das pernas fiquem em tensão não conseguindo ser tão eficaz na ajuda à circulação de líquidos. Assim, haverá maior inchaço e retenção de líquidos.
Passar muito tempo de pé: Ao passar muito tempo de pé, vai fazer com que os líquido desçam para as extremidades das pernas. Os inchaços e a retenção de líquidos pode surgir caso esses líquidos não consigam retornar para o tronco de forma adequada.
Sal: Quando em excesso o sal pode causar retenção de líquidos uma vez que o sódio prejudica o equilíbrio de água no corpo. Além de aumentar a pressão arterial, consumir demasiado sal vai provocar retenção de líquidos nas pernas.
Calor: O clima também provoca retenção de líquidos uma vez que faz com que os vasos sanguíneos fiquem mais dilatados. Desta forma, uma maior quantidade de líquido sai dos vasos o que faz com que haja mais espaço entre as células, porque o organismo tenta baixar a temperatura interna do corpo para aguentar o calor. É nestes espaços que a água se acumula e que há a retenção de líquido.

Sintomas da Acumulação de Líquidos

Os sintomas típicos podem ser muito incomodativos e levar as pessoas a procurar ajuda com diuréticos e outros tratamentos. Os sintomas mais comuns de retenção de líquidos são:

  • Inchaço nas zonas afectadas (pernas, tornozelos e abdómen, principalmente);
  • Caimbras (especialmente nas pernas);
  • Fraqueza;
  • Palpitações;
  • Mal-estar generalizado.

Como Fazer o Seu Diagnóstico

Em alguns casos pode também ocorrer queda de cabelo, alergias, unhas fracas e quebradiças e perda de massa muscular. Ainda que, na maior parte das vezes, consiga perceber que está com retenção de líquidos, nem sempre é fácil percebê-lo no início do problema. Como perceber se está a fazer retenção de líquidos? Há um teste relativamente fácil de fazer em casa: ao comprimir ou apertar de forma contínua a pele das pernas, se quando soltar o dedo este ficar marcado na pele, sentir dores ou a pele demorar algum tempo até voltar ao normal, significa que está a fazer retenção de líquidos.

Tratamentos Naturais

A forma mais fácil de tratar a retenção de líquidos e evitar que volte a aparecer é manter-se sempre hidratada, ao ingerir líquidos, ajuda o corpo a remover de forma natural todas as toxinas que vamos acumulando, evitando assim a retenção de líquidos. Além de beber cerca de dois litros de água por dia deve procurar consumir alimentos ricos em potássio, evitar o sedentarismo através de atividade física.

Uma boa opção de tratamento é através drenagem linfática manual ou pode escolher suplementos diuréticos, preferencialmente naturais que vão ajudar a aliviar as zonas afetadas.

Prevenção da Acumulação de Líquidos

  • Sempre que possível procure locais e ambientes com temperaturas amenas
  • Mude de posição de vez em quando, não fique muito tempo sentada nem muito tempo de pé. Quando sentada, evite fazê-lo por mais de 30 minutos seguidos e também é importante sentar-se com a coluna bem reta
  • Pratique mais exercício físico - veja aqui umas dicas!
  • Use meias de compressão que ajudam a melhorar a circulação sanguínea
  • Converse com o seu médico e considere fazer uma pausa nos anticoncepcionais hormonais, como a pílula
  • Evite usar sapatos com salto alto, dê preferência aos rasos ou de salto baixo
  • Pelo menos uma vez ao dia coloque as pernas elevadas acima do resto do corpo - isso irá melhorar a circulação sanguínea

Alimentação & Estilo de Vida

  • Reduza o consumo de sal
  • Aumente o consumo de potássio, através de frutas e verduras
  • Beba muita água - vai fazer com que os rins funcionem melhor eliminando toxinas
  • Ingira mais potássio - este é importante para controlar os níveis de sódio
  • e a água
  • Consuma mais Vitamina E e ácido gamalinoleico de maneira regular - a Vitamina E pode ser encontrada em nozes, castanhas, sementes e óleos vegetais; já a linhaça é rica em ácido gamalinoleico
  • Abandone hábitos sedentários
  • Pratique uma atividade física, pelo menos duas vezes por semana
  • Evite o álcool em excesso
  • Não fume

Receitas Caseiras para a Retenção de Líquidos

Existem muitos alimentos com propriedades diuréticas que funcionam como drenantes para a retenção de líquidos. Deixamos duas sujestões de receitas caseiras para combater este problema:

  • Chá de Erva Doce
    Trata-se de um bom remédio para a retenção de líquidos. Esta erva tem substâncias que vão ajudar a remover os líquidos em excesso nas células, através da função renal, através da urina. Este chá é ainda uma óptima opção para quem sofre de prisão de ventre.
    Para fazer este chá precisa apenas de uma colher de sopa de erva doce e água. Basta preparar e coar o chá e ir bebendo ao longo do dia (beba cerca de três vezes por dia, entre as refeições). Se quiser, pode adoçar o chá com uma colher de mel.
  • Gelado de chá verde e gengibre
    Os ingredientes deste gelado são diuréticos e ajudam a combater a retenção de líquidos nas pernas e outras zonas do corpo.
    Para preparar este gelado vai precisar de: cerca de 1cm de gengibre fresco e descascado; duas chávenas de chá; dois saquinhos de chá verde; duas colheres de sopa de mel; quatro colheres de chá de sumo de limão ou lima; uma chávena com melão picado e meia chávena com água de coco;
    Comece por cortar o gengibre em fatias e leve ao lume com a água. Deixe ferver por cerca de três minutos e retire do fogão. Adicione então os sacos de chá e deixe a infusão atuar durante cinco minutos. Retire desta misture tanto os sacos de chá como as rodelas de gengibre, e adicione o mel e o sumo de limão. Depois de deixar arrefecer. Entretanto, misture no liquidificador, a água de coco e o melão. Adicione depois este preparado à infusão anterior. Mexa bem e divida em formas para gelado. Deixe no congelador pelo menos seis horas. Findo esse tempo, os seus gelado estão prontos a ser consumidos.