Linha aberta das 9h - 19h, Seg. a Sex

(+351) 308 804 992 LIVE CHAT
  • Serviço Discreto

    Embalagem e Facturação Discreta e Simples

  • Envio grátis para Portugal em encomendas acima de 50€

    Escolhe o seu dia de preferência

  • Os nossos clientes adoram-nos!

    Avaliações independentes pelo TrustPilot

Plantas medicinais para pêlos encravados

Os pêlos encravados são sempre um grande incómodo, podendo mesmo gerar problemas mais graves. Sabia que há ervas medicinais que conseguem acabar com os pêlos encravados? Continue a ler para saber mais!

Como ocorrem os pêlos encravados?

Um pêlo encravado ocorre quando um pêlo cortado ou arrancado cresce para dentro e se curva de volta para a pele, causando inflamação, um alto e dor. Enquanto os pêlos encravados são mais comuns em homens Afro-americanos entre os 14 e os 25 anos, qualquer pessoa que faça a depilação com lâmina pode sofrer de pêlos encravados. Quando os pêlos encravados não são tratados, podem causar irritação, infecção bacteriana e cicatrizes permanentes. A melhor forma para se livrar destes pêlos é parar de remover os pêlos, e uma vez que os consiga “apanhar”, estes podem ser tratados com cremes específicos para remover pêlos encravados. Existem também várias plantas que podem reduzir a inflamação e até mesmo eliminar futuros pêlos encravados.

Óleo de Prímula
Cientistas descobriram que o óleo de prímula pode ser eficaz ao reduzir a inflamação que ocorre com os pêlos encravados. A planta tem sido usada desde 1930 para tratar eczemas, o que é uma condição causada por infecção e outras condições de pele que causam comichão e escamação. O óleo de prímula contém ácido gama-linolénico, que é um ácido gordo essencial e vital para o crescimento normal dos pêlos e a boa circulação. O óleo é extraído da planta e geralmente colocado em cápsulas de gel para consumo. Os efeitos secundários não são muito comuns, mas podem incluir leve dor de cabeça e nauseas.
Feno-grego
Um dos usos do feno-grego é usar as sementes, fazer uma pasta e aplicar directamente na zona inflamada do pêlo encravado, para reduzir o inchaço. O feno-grego é conhecido por incentivar o parto em mulheres grávidos, não devendo ser usado por estas.
Curcuma
A curcuma é já muito famosa na medicina Ayurvedica e Chinesa. A haste da planta é usado para fazer uma pasta que pode ser aplicada directamente na pele para reduzir a inflamação, ou pode então ser tomado oralmente para um alivio geral da inflamação. A curcuma é da família do gengibre e cresce principalmente na Índia e Ásia. Embora existem poucas confirmações científicas do seu efeito, estudos preliminares mostram que esta planta é muito eficaz em reduzir a inflamação, sem ter efeitos secundários com o uso tópico - quando ingerido em altas doses pode causar indigestão.
Lavanda
Pesquisas mostram que a lavanda é muito usada a tratar a alopecia aresta ou, mais conhecida por, queda de cabelo - uma condição que resulta em cabelo que não cresce normalmente ou que cresce para dentro. A lavanda vem da região Mediterrânea e é conhecida na história como um anti-séptico. Quando aplicada na pele, a lavanda pode causar mais irritação, devendo sendo apenas aplicada uma pequena quantidade num cabelo, para testas, antes de aplicar em zonas mais alargadas do corpo. O óleo de lavanda pode ser venenoso quando ingerido.

Newsletter
Registe-se para Ganhar Ofertas Especiais