Linha aberta das 9h - 19h, Seg. a Sex

(+351) 308 804 992 LIVE CHAT
  • Serviço Discreto

    Embalagem e Facturação Discreta e Simples

  • Envio grátis para Portugal em encomendas acima de 50€

    Escolhe o seu dia de preferência

  • Os nossos clientes adoram-nos!

    Avaliações independentes pelo TrustPilot

Motivos para o seu Corpo Não Responder aos Estímulos Sexuais

As razões pelas quais o nosso corpo responde com sentimentos de desejo sexual, a estímulos como, pessoas, filmes, imagens, vozes, ou até mesmo cheiro, é algo bastante complexo. Mas porque será então, que algumas mulheres têm dificuldades em obter tais sentimentos e estímulos, que outras obtêm facilmente?

As emoções e estimulações sexuais são provocadas através de várias maneiras, e todas elas acabam por ser complexas, quando processadas pelo nosso cérebro. O que a excita a si, poderá não causar o mesmo efeito em outra mulher, e vice-versa. Contudo, quando dá consigo a ter uma grande dificuldade em atingir uma resposta sexual, a um estímulo conhecido e que sempre lhe despertou desejo, é caso para se preocupar um pouco, e investigar os motivos deste acontecimento.

Os processos cerebrais, associados com a estimulação sexual, ainda foram pouco estudados. Experiências do passado, imagem pessoal, estado de espírito ou necessidades emocionais, todos estes factores causam um grande impacto na sua reacção a estímulos sexuais. Algo que está certa e directamente ligado ao apetite sexual, é a testosterona.

Falta de Testosterona

A testosterona está presente nas mulheres e nos homens, e é, ao que parece, o necessário para as respostas e sentimentos de cariz sexual. Numa situação normal, em que todas as suas emoções estão equilibradas e bem estabelecidas, os níveis de testosterona devem conseguir proporcionar-lhe uma estimulação sexual eficaz e satisfatória.

A testosterona cria estrogénio e qualquer mulher, que esteja a ter o ciclo menstrual, fabrica estrogénio no corpo. Como tal, se tiver a sua menstruação regulada, pode ter a certeza que está a criar o nível normal de testosterona necessária a um bom desempenho corporal e sexual. Contudo, e embora existam picos de testosterona durante o período de ovulação, também ocorre uma alteração na sua produção, nos anos antes da ocorrência da menopausa e durante a mesma. Isto poderá resultar em falta de apetite sexual, e na dificuldade de satisfação.

Menopausa

Após a menopausa, a maioria das mulheres continua a criar testosterona e tendem a não reparar em alterações nos seus sonhos sexuais, fantasias ou desejo sexual. Contudo, durante a menopausa acontece algo diferente devido aos distúrbios hormonais, que a maioria das mulheres sofre. A maioria das mulheres, irá sentir uma queda no desejo e excitação sexual, e os estímulos que sempre as agradaram, podem não ter o mesmo efeito, ou mesmo, deixar de exercer algum efeito sobre o apetite sexual da mulher.

Mente Sã

Embora possa não pensar, a nossa mente é um dos órgãos sexuais mais potentes do nosso corpo. O nosso corpo conecta, automaticamente, ao nosso cérebro, tudo aquilo que ele está a sentir, significando assim que a ligação corpo-mente, pode inibir ou aumentar a excitação sexual. Se na sua mente tiver pensamentos, imagens ou um sonho excitante, irá potencializar o seu apetite sexual. Em caso contrário, se estiver preocupada com uma gravidez inesperada, dores ou desconforto durante o sexo, ou não se sinta à vontade com o seu parceiro, a excitação do seu corpo irá diminuir, provocando uma falta de apetite sexual. Com a falta de estimulação, o seu corpo será, de modo geral, afectado e, não conseguirá obter as respostas físicas normais, durante um acto sexual, não atingindo, a maior parte das vezes, o orgasmo.

Essencialmente, sentir-se sexualmente estimulada é mais do que uma resposta física. Tem que saber bem no seu corpo e mente! Ao se deixar levar pelo momento íntimo e excitante, poderá conseguir assim, atingir imenso prazer, como deseja! A comunicação com o seu parceiro é muito importante para quebrar algumas barreiras ou incertezas, para que ambos fiquem mais confortáveis e tenham uma óptima relação sexual.

Zonas Erógenas

A nossa pele é incrivelmente sensível ao toque e existem diferentes zonas que podem ser mais excitadas facilmente, que outras. Aprende sobre as diferentes zonas erógenas do corpo, poderá ajudá-la a descobrir a razão, pela qual, não consegue ficar excitava durante os preliminares. Por exemplo, algumas pessoas adoram beijos suaves nas orelhas ou mordidelas no pescoço, enquanto outras adoram massagens nos pés! Os lábios, o ânus, os mamilos e os genitais são as zonas erógenas mais comuns, mas uma vez que a palavra “sensual” incluí todos os sentidos – toque, cheiro, sabor, som e visão, com um pouco de imaginação, consegue apelar a todos os seus sentidos para obter e desfrutar de uma maior estimulação e prazer sexual!

Descubra a causa. Encontre a solução!

Uma vez que existem tantos motivos para que não se consiga sentir excitada como gostava, para algumas mulheres torna-se uma tarefa difícil, quando tentam descobrir a causa que provoca tal falta de apetite sexual. Contudo, acreditamos que com os pontos abordados neste artigo, já conseguirá perceber e resolver melhor o seu problema. Lembre-se que não está sozinha, e existem milhares de mulheres pelo mundo fora, com falta de apetite sexual! Suplementos dietéticos naturais como o Lady Prelox, que utilizam somente ingredientes de origem natural, são potenciadores de apetite sexual, e que a ajudam a conseguir ter mais vontade de estar com o seu parceiro! Existem alturas em que simplesmente não nos apetece ter relações sexuais, mas caso veja que o problema já persiste a algum tempo, não perca tempo, e resolva-o para que não afecta a sua vida nem mais um minuto.

Newsletter
Registe-se para Ganhar Ofertas Especiais