• Serviço Discreto

    Embalagem e Facturação Discreta e Simples

  • Envio grátis para Portugal em encomendas acima de 50€

    Escolhe o seu dia de preferência

  • Protecção dos Dados de Clientes

    Os seus dados estão seguros e protegidos connosco

Libido baixa? Descubra a explicação e tratamentos para si!

A Importância da Satisfação Sexual

Já todos ouvimos falar de libido e de falta de libido. Sabemos que é uma parte importante das nossas vidas e sabemos ainda que o desempenho sexual é directamente influenciado pela libido. Ter uma vida sexual activa e satisfatória é meio caminho andado para uma vida mais feliz. O sexo tem uma enorme influência nas nossas vida e deve ser algo bom e proveitoso para todos. No entanto, seja por que motivos for, nem sempre assim o é. Nem sempre temos boas experiências sexuais e nem sempre estamos dispostos e preparados para o sexo.

Culpa das hormonas, da alimentação ou de tantos outros factores da nossa vida quotidiana, a libido ou a falta dela tem uma enorme influência nas nossas vidas e importa saber o que é, identificar os sinais de falta de libido e aproveitar o melhor que a vida tem para nos dar.

O que é a Libido?

De uma forma muito simples, libido é o desejo ou o impulso sexual masculino ou feminino. Pode parecer simplista mas não é. Neste termo cabem mecanismos complicadíssimos que têm uma enorme influência da vida humana. No contexto da psicologia, por exemplo, a questão da libido torna-se fundamental para entender o comportamento humano uma vez que a libido o condiciona sendo vista como a energia que direciona os instintos vitais.

Uma vez que não está directa e exclusivamente ligada aos órgãos sexuais a libido tanto pode ser direcionada a uma pessoa como a um objecto como ainda a uma actividade intelectual.

Sintomas da Falta de Libido

A falta de libido começa a ser notada quando um dos parceiros não está tão disponível para o acto sexual como o outro. A pessoa com falta de libido já não tem tanto interesse e tanto disponibilidade para o prazer sexual. Quando há indisponibilidade para o sexo, é normal que a pessoa com falta de libido comece a procurar justificações e o parceiro vai entendendo. Isto, isoladamente não significa que exista alguma disfunção sexual feminina ou masculina.

Como os sintomas de falta de libido tendem a ser mais frequentes nas mulheres, sempre que estes comportamentos se tornam recorrentes, há até quem fale em frigidez feminina. Quando este problema começa a ser mais evidente, é aconselhável procurar ajuda para aumentar a libido.

Geralmente, mulheres com falta de libido acreditam tratar-se apenas de uma fase e que a situação poderá alterar-se - por exemplo quando chegarem as férias - e vai arrastando o problema. No entanto, mais tarde começam a sentir vergonha e, com alguma pressão do companheiro, o problema vai ganhando dimensões maiores. Desta maneira, a sexualidade passa a ser vivida como algo negativo, causando ansiedade, nervosismo e irritação - tudo factores que afetam a relação e contribuem para a disfunção sexual feminina. A situação transforma-se num ciclo vicioso e é necessário procurar ajuda de um especialista para aumentar a libido.

Causas para Falta de Libido

As razões pelas quais o nosso corpo responde com sentimentos de desejo sexual, a estímulos como, pessoas, filmes, imagens, vozes, ou até mesmo cheiro, é algo bastante complexo. Mas porque será então, que algumas mulheres têm dificuldades em obter tais sentimentos e estímulos, que outras obtêm facilmente?

As emoções e estimulações sexuais são provocadas através de várias maneiras, e todas elas acabam por ser complexas, quando processadas pelo nosso cérebro. O que a excita a si, poderá não causar o mesmo efeito em outra mulher, e vice-versa. Contudo, quando dá consigo a ter uma grande dificuldade em atingir uma resposta sexual, a um estímulo conhecido e que sempre lhe despertou desejo, é caso para se preocupar um pouco, e investigar os motivos deste acontecimento.

Os processos cerebrais, associados com a estimulação sexual, ainda foram pouco estudados. Experiências do passado, imagem pessoal, estado de espírito ou necessidades emocionais, todos estes factores causam um grande impacto na sua reacção a estímulos sexuais. Algo que está certa e directamente ligado ao apetite sexual, é a testosterona.

Falta de Testosterona

A testosterona está presente nas mulheres e nos homens, e é, ao que parece, o necessário para as respostas e sentimentos de cariz sexual. Numa situação normal, em que todas as suas emoções estão equilibradas e bem estabelecidas, os níveis de testosterona devem conseguir proporcionar-lhe uma estimulação sexual eficaz e satisfatória.

A testosterona cria estrogénio e qualquer mulher, que esteja a ter o ciclo menstrual, fabrica estrogénio no corpo. Como tal, se tiver a sua menstruação regulada, pode ter a certeza que está a criar o nível normal de testosterona necessária a um bom desempenho corporal e sexual. Contudo, e embora existam picos de testosterona durante o período de ovulação, também ocorre uma alteração na sua produção, nos anos antes da ocorrência da menopausa e durante a mesma. Isto poderá resultar em falta de apetite sexual, e na dificuldade de satisfação.

Menopausa

Após a menopausa, a maioria das mulheres continua a criar testosterona e tendem a não reparar em alterações nos seus sonhos sexuais, fantasias ou desejo sexual. Contudo, durante a menopausa acontece algo diferente devido aos distúrbios hormonais, que a maioria das mulheres sofre. A maioria das mulheres, irá sentir uma queda no desejo e excitação sexual, e os estímulos que sempre as agradaram, podem não ter o mesmo efeito, ou mesmo, deixar de exercer algum efeito sobre o apetite sexual da mulher.

Andropausa

Muitos homens sofrem alterações no seu corpo ao envelhecerem, com o aproximar da andropausa, e os sintomas da andropausa tanto podem ir das mudanças de humor ao cansaço. Embora seja bastante comum em todos os homens, os sintomas da andropausa podem afectar muito a sua vida e o desempenho sexual.

Mente Sã

Embora possa não pensar, a nossa mente é um dos órgãos sexuais mais potentes do nosso corpo. O nosso corpo conecta, automaticamente, ao nosso cérebro, tudo aquilo que ele está a sentir, significando assim que a ligação corpo-mente, pode inibir ou aumentar a excitação sexual. Se na sua mente tiver pensamentos, imagens ou um sonho excitante, irá potencializar o seu apetite sexual. Em caso contrário, se estiver preocupada com uma gravidez inesperada, dores ou desconforto durante o sexo, ou não se sinta à vontade com o seu parceiro, a excitação do seu corpo irá diminuir, provocando uma falta de apetite sexual. Com a falta de estimulação, o seu corpo será, de modo geral, afectado e, não conseguirá obter as respostas físicas normais, durante um acto sexual, não atingindo, a maior parte das vezes, o orgasmo.

Essencialmente, sentir-se sexualmente estimulada é mais do que uma resposta física. Tem que saber bem no seu corpo e mente! Ao se deixar levar pelo momento íntimo e excitante, poderá conseguir assim, atingir imenso prazer, como deseja! A comunicação com o seu parceiro é muito importante para quebrar algumas barreiras ou incertezas, para que ambos fiquem mais confortáveis e tenham uma óptima relação sexual.

Zonas Erógenas

A nossa pele é incrivelmente sensível ao toque e existem diferentes zonas que podem ser mais excitadas facilmente, que outras. Aprende sobre as diferentes zonas erógenas do corpo, poderá ajudá-la a descobrir a razão, pela qual, não consegue ficar excitava durante os preliminares. Por exemplo, algumas pessoas adoram beijos suaves nas orelhas ou mordidelas no pescoço, enquanto outras adoram massagens nos pés! Os lábios, o ânus, os mamilos e os genitais são as zonas erógenas mais comuns, mas uma vez que a palavra “sensual” incluí todos os sentidos – toque, cheiro, sabor, som e visão, com um pouco de imaginação, consegue apelar a todos os seus sentidos para obter e desfrutar de uma maior estimulação e prazer sexual!

Libido Masculina

Normalmente, no caso masculino, falta de libido prende-se com uma diminuição na produção de testosterona ou ainda como efeito secundário a algum medicamento que o homem esteja a fazer na altura.

A falta de desejo sexual não é algo exclusivamente das mulheres. A par dos problemas de diminuição de produção de hormonas masculinas, outros factores podem fazer com que os homens sejam afectados pela falta de libido. Entre os 30 e os 39 anos muitos homens são afectados pela falta de libido. As desculpas costumam ser o stress e o cansaço assim como os baixos níveis de confiança, elevados níveis de ansiedade, depressão e aborrecimento sexual com as relações de longo duração. Felizmente, para eles, existem soluções simples e económicas!

Libido Feminina

No caso feminino, os factores que podem interferir na libido são mais que muitos e qualquer desconforto pode fazer com que ela não esteja disponível para a relação sexual. Para as mulheres, qualquer coisa pode fazer com que não se sinta preparada: desde uma unha encravada, frio, calor, uma dor… Existe também o desconforto psicológico. As mulheres tendem a sentir desconfortos com o aspecto físico e ter complexos com qualquer problema do seu corpo. Importa que ambos se sintam confortáveis e tentem resolver o que está errado procurando ajuda para aumentar a líbido.

No que diz respeito à falta de libido nas mulheres a causas podem ser infindáveis e podem ir desde coisas muito simples a problemas bem mais graves e difíceis de tratar. Em alguns casos pode-se mesmo usar o termo frigidez feminina que deve ser encarada e tratada de forma a não trazer consequências psicológicas graves para a mulher e para o casal.

Causas da falta de libido feminina:

  • Problemas na tiroide;
  • Uso de anticoncepcionais;
  • Ciclo menstrual;
  • Tabagismo;
  • Consumo de alcool;
  • Stress, ansiedade, depressão, …;
  • Atitudes negativas em relação ao sexo;
  • Experiências sexuais traumáticas;
  • Doenças físicas;

Tratamentos Naturais

Os tratamentos devem focar-se na causa da disfunção sexual feminina. Para aumentar a libido, importa perceber o que está na origem da falta de libido. Desde uma mudança na alimentação até a um aumento na prática de exercício físico, o casal deve trabalhar em conjunto para resolver o problema.

Antes de recorrer a medicação forte, pode experimentar as soluções naturais para ajudar a melhorar o desejo e apetite sexual tanto do homem como da mulher. Atualmente, devido à grande procura por este tipo de produtos, existem cada vez mais suplementos naturais focados em usar os conhecimentos tradicionais e cientificos para lhe dar fórmulas que certamente vão ao seu auxílio.

Importa ainda não ter segredos com o parceiro sexual. Procure alternativas para fugir à rotina, experimente coisas novas e viva intensamente os momentos a dois.

A Libido e Alimentação

A forma como nos alimentamos influencia a nossa libido. Alguns alimentos, por serem considerados afrodisíacos têm a capacidade de aumentar a libido acabando por melhorar o desempenho sexual de forma natural. A par da alimentação, ter um estilo de vida saudável e activo vai contribuir na mesma medida para uma vida sexual mais ativa e satisfatória, contribuindo assim para uma maior satisfação geral.

Quais os alimentos afrodisíacos que devemos consumir para aumentar a libido?

Mirtilo: As propriedade antioxidantes deste fruto vermelho ajudam no relaxamento dos vasos sanguíneos, melhorando a circulação. Por serem ricos em fibras, os mirtilos promovem a eliminação do excesso de colesterol acumulado nas artérias. No caso masculino, esta melhoria na circulação sanguínea apenas vai favorecer a qualidade das ereções.
Banana: Este fruto contém bromelina, uma enzima capaz de aumentar a libido e o vigor sexual. Além disso, o consumo de banana aumenta os níveis energéticos no organismo, promovendo o desejo sexual.
Abacate: Rico em ácido fólico, o abacate ajuda a metabolizar as proteínas disponibilizando mais energia ao corpo. Além disso, o abacate é rico em potássio e vitamina B6 que ajudam na regulação hormonal da tiróide. Com propriedades benéficas tanto para homens como mulheres, o abacate é uma boa opção para aumentar a libido
Nozes e amêndoas: Fontes de ácidos gordos essenciais, ajudam na produção de hormonas masculinas. As nozes são também ricas em arginina, importante na síntese de óxido de nitro - fundamental para a ereção. De igual modo, o odor da amêndoa é comumente indicado como sendo um afrodisíaco feminino.
Figo: É um fruto rico em aminoácidos que são afrodisíacos e melhoram o desempenho sexual. Aliás, falta destes aminoácidos vão ter o efeito contrário na libido uma vez que fazem cair os níveis de energia prejudicando o desempenho sexual.
Espargos: São ricos em vitamina B, importante na produção de histamina, responsável por fornecer energia e aumentar a libido em ambos os sexos.
Chocolate: Amplamente conhecido pelos seus efeitos afrodisíacos, o chocolate é usado desde há muitos anos para aumentar a libido. Consumir chocolate ajuda a promover boas sensações durante o acto sexual ajudando ainda no desempenho sexual por ser um alimento energético.
Chocolate: Ok, provavelmente já conhecia este afrodisíaco, mas pode não saber a razão pela qual os morangos são tão sexys. Os morangos são uma fruta rica em antioxidantes e vitamina C, sendo ambos conhecidos pelas sua actuação no aumento da circulação sanguínea. A elevada concentração de zinco nos morangos faz destes a fruta maravilha, tanto para ambos os sexos. O corpo da mulher está mais facilmente preparado para sexo, se os níveis de zinco estiverem mais elevados. Nos homens, o zinco é essencial para a produção de esperma. Portanto, não seja tímida/o, e use e abuse dos morangos com a sua companhia! Não se preocupe com as calorias, os morangos têm um índice glicémico baixo, que lhe fornecem energia durante mais tempo, e com poucas calorias!
Rosa Mosqueta:A Rosa Mosqueta é o extracto de um fruto da planta roseira, mais conhecida como rosa selvagem. Rica em vitamina C, betacarotenos, tiamina, riboflavinas, tanina, pectina e vanilina, este extracto, bastante conhecido mundialmente, é um famoso anti-inflamatório. Recentemente foi também descoberto a sua função, de promover e melhorar as funções sexuais nas mulheres. Para tomar rosa mosqueta, poderá apenas moer a fruta em pó, ou pode fazer um chá desta. Considere a possibilidade de a tomar como suplemente dietético. O suplemento Lady Prelox, contém rosa mosqueta, misturada com L-citrulina e Picnogenol.
Ovos:Símbolo de fertilidade e vida, os ovos são uns afrodisíacos bastante populares. Com vitaminas B5 e B6, combatem o stress e regulam os níveis hormonais – conseguindo assim aumentar o libido! Independentemente da forma que são consumidos – cozidos, crus, estrelados, são uma excelente forma de aumentar o desejo sexual.
Malaguetas:Se gosta de comida quente e picante, então vai adorar esta informação! As malaguetas picantes estão há séculos associadas à melhoria da vida sexual. A razão? Capsaicina, um químico natural que liberta endorfinas, responsáveis por causarem uma sensação de bem estar e felicidade, e aumentar também a circulação do sangue. Desta forma estimulam também as terminações dos nervos, que ajudam a aumentar o desejo sexual nas mulheres. Faça um caril picante, ou uma massa bem “quente” para o jantar, e aproveite bem a sua noite picante!.

Outros artigos interessantes