• Serviço Discreto

    Embalagem e Facturação Discreta e Simples

  • Envio grátis para Portugal em encomendas acima de 50€

    Escolhe o seu dia de preferência

  • Protecção dos Dados de Clientes

    Os seus dados estão seguros e protegidos connosco

Descubra como Inibir o Apetite para Evitar Ganhar Peso em Excesso

Mas Que Fome!

Inibir Apetite

O controlo do apetite não é, de todo, uma tarefa fácil. Por mais regrados que sejamos, nem sempre conseguimos resistir a alguns apetites que nos apanham de surpresa. Por vezes, carências físicas ou mesmo emocionais, conseguem arruinar a dieta dos mais focados. Mas este controlo do apetite pode ser fundamental quando o objectivo é perder peso!

Quando ingerimos quantidades de calorias superiores àquelas que o nosso organismo gasta ao longo do dia, pode haver um acumular de gorduras e levar a um aumento de peso. Além da normal disciplina alimentar, importa conhecer alguns truques para inibir o apetite e, assim, controlar o que come. Um inibidor ou redutor de apetite poderá ajudar neste controlo. Mas como?

Apetite Emocional

Não é um assunto fácil de tratar. É, pelo contrário, um tema controverso: a fome emocional.

Devíamos comer apenas quando temos fome mas nem sempre isso se verifica. Quando nos sentimos mais tristes, emocionalmente mais debilitados, ansiosos ou com qualquer tipo de carência emocional, é certo que vamos encontrar algum conforto na comida.

É normal associarmos sentimentos de satisfação e bem estar ao ato de comer. Assim, algumas pessoas desenvolvem compulsões alimentares que podem ser difíceis de tratar.

Existem alguns sintomas que devem chamar a atenção para a presença de fome emocional:

  • Comer quando se sente com raiva, ansiedade ou deprimido. Não significa que tenha, de facto, fome. A ingestão pode ser uma forma de reprimir as emoções e não de satisfazer o apetite.
  • Come quando se sente triste ou desesperado, quando chora, tem problemas relacionados com o sono ou pensamentos suicidas. Episódios de compulsão alimentar associados a estes sintomas podem ser sinal de depressão.

Este tipo de comportamentos compulsivos e esta incapacidade de controlo do apetite são sintomas de que algo grave se passa, deste modo deve procurar ajuda médica e aconselhar pessoas em quem identifique estes sintomas a fazer o mesmo. A compulsão alimentar deve ser tratada com recurso a acompanhamento profissional.

Quando existe a ingestão alimentar após estes gatilhos emocionais, estamos na presença de um distúrbio alimentar: a fome compulsiva e emocional. Estes comportamentos, de forma continuada, vão levar a um aumento de peso, principalmente porque nestes casos costumam ser ingeridos alimentos com alto aporte calórico.

Salgados, fritos, doces e alimentos gordurosos são os mais escolhidos principalmente por proporcionarem conforto face aos sentimentos negativos que provocam a compulsão. Ainda que as pessoas com fome emocional estejam conscientes dos valores nutricionais dos alimentos que ingerem, são incapazes de inibir o apetite.

Como Controlar o Apetite

Para controlar e reduzir o apetite há que seguir algumas regras essenciais, tais como não saltar refeições, fazer as melhores escolhas alimentares ou beber muita água, são fundamentais para conseguir o objectivo. Da mesma forma, alguns alimentos conseguem fazer com que se sinta saciado por mais tempo do que outros. Uma boa noite de sono está mais relacionada com forma como se alimenta do que aquilo que poderia pensar... mas existem muitas práticas que vão funcionar como inibidoras de apetite:

Comer frequentemente: Preferencialmente a cada três horas deve ingerir alimentos, de forma a não se manter demasiado tempo em jejum. O truque é manter o organismo sempre saciado, de forma a evitar alimentos muito calóricos entre refeições e nas próprias refeições. A dica é optar por pequenos lanches como fruta, frutos secos ou sumos de fruta
Consumir fibras: As fibras vão preencher o estômago prolongando a sensação de saciedade depois das refeições. Estas fibras estão presentes em frutas, vegetais e alimentos integrais como arroz, massa ou pão integral. Pode ainda optar por consumir sementes como linhaça ou chia.
Comer antes de dormir: Um pequeno lanche antes de ir para a cama vai ajudar a prevenir que sinta fome durante e noite. Pode optar por um chá calmante ou torradas integrais de forma a sentir-se mais saciado e controlar o apetite pela manhã.
Escolher gorduras boas: Não deve excluir todas as gorduras da sua dieta. Deve antes excluir as gorduras más e optar pelas boas como é o caso dos peixes magros, o abacate ou o azeite que além de fornecerem mais energia ao corpo vão também funcionar como inibidor de apetite. Além disso, estas gorduras, incluídas num estilo de vida saudável, vão ajudar na prevenção de doenças como é o caso das cardiovasculares.
Beber água: Deve beber bastante água durante o dia de forma a combater a desidratação. Manter o corpo hidratado vai evitar a sensação de fome sendo um bom redutor do apetite.
Dormir bem: Ter uma boa higiene do sono é essencial para o controlo do peso e do apetite. É durante o sono que o nosso corpo consegue com mais facilidade eliminar as toxinas e produzir hormonas importantes para o bom funcionamento do organismo. Em casos de falta de sono, vai sentir mais fome e apetite por alimentos calóricos.
Evitar refrigerantes: O consumo deste tipo de bebidas açucaradas vai apenas aumentar o apetite. Quando consumido em excesso, o açúcar vai fazer com que haja a diminuição da produção de leptina, hormona que ajuda à saciedade.
Suplementos: Alguns suplementos, principalmente inibidores de apetite naturais, podem ajudar a reduzir o apetite. Atenção às indicações do seu médico, nutricionista ou fabricante no que diz respeito à toma dos suplementos para inibir o apetite de forma a não correr riscos.
Alimentos inibidores de apetite: Pêra, pimenta, canela, feijão, chá verde ou ovo são apenas alguns exemplos de alimentos que conseguem ajudar a reduzir o apetite. Estes alimentos devem ser incluídos na dieta de forma a inibir o apetite e dar nutrientes importantes ao corpo.

Super-Alimentos para Inibir o Apetite

Não é fácil conseguir o controlo do apetite, ainda que nos esforcemos para manter um estilo de vida saudável e escolher os alimentos que melhor nos fazem, todos cometemos deslizes e todos temos dificuldades em reduzir a vontade de comer.

A opção pode passar por inibidores de apetite em forma de suplemento alimentar que podem ajudar nesta árdua tarefa e, assim, ajudar a diminuir a quantidade de calorias ingeridas e, por conseguinte, conseguir ajudar a perder peso.

Faça Escolhas Saudáveis

É possível reduzir o apetite através do consumo de alimentos que podem ajudar na missão de inibir o apetite e perder peso. Determinados alimentos vão reduzir a ansiedade que sentimos quando temos fome uma vez que vão proporcionar uma sensação de saciedade durante mais tempo:

Feijão: Trata-se de um inibidor de apetite natural que deve ser incluído em qualquer plano alimentar. O feijão vai ajudar a saciar e controlar o apetite.“icon pêra” Pêra. Trata-se de um fruto capaz de reduzir o apetite quando ingerida antes das refeições. Rica em água e fibra, a pêra vai inibir o apetite antes das refeições.
Ovo: Pode ser consumido logo pela manhã, nas principais refeições ou mesmo como lanche. O ovo é um alimento rico em proteína que vai ajudar a reduzir o apetite.
Chá verde:É um acelerador do metabolismo fazendo com que seja mais fácil controlar o peso e reduzir o apetite. Além disso, o chá verde, rico em antioxidantes, vai promover a saciedade durante mais tempo.
Pimenta vermelha:Deve ser utilizada com moderação uma vez que pode ser agressiva para o estômago. No entanto, a pimenta vermelha vai acelerar o metabolismo e funcionar como ajuda no controlo do apetite e na perda de peso.
Frutos vermelhos:Podem ser ingeridos como pequenos lanches ao longo dia. São frutos com largas propriedades antioxidantes que evitam a inflamação celular. Framboesa, morango, mirtilos ou cereja são ótimos exemplos de frutos vermelhos capazes de reduzir o apetite.
Canela:Pode ser adicionada a outros alimentos para ajudar a reduzir o apetite. Pelas suas propriedades termogénicas e saciantes, a canela é uma ótima aliada para controlar os níveis de glicémia.

Outros artigos interessantes