Linha aberta das 11h - 20h, Seg. a Sex

(+351) 308 804 992 LIVE CHAT
  • Serviço Discreto

    Embalagem e Facturação Discreta e Simples

  • Envio grátis para Portugal em encomendas acima de 50€

    Escolhe o seu dia de preferência

  • Os nossos clientes adoram-nos!

    Avaliações independentes pelo TrustPilot

Andropausa

Melhore a sua selecção

Categoria
Andropausa (3) Doença de Peyronie (9) Problemas da Próstata (1) Testosterona (1)
Preço
38.99€58.95€
Marca
Avaliação
 
Sente que o seu corpo está a mudar? Já não tem o mesmo sentido de humor de há uns anos e o seu desempenho físico piorou? Estes são apenas alguns sintomas da andropausa. Ao chegar a uma certa idade, o corpo do homem começa a sofrer mudanças hormonais, que se notam no exterior, tanto a nível físico como emocional. O baixo nível de testosterona, provoca uma alteração, pela negativa, no desempenho masculino, o que pode causar algum incómodo e insatisfação. Aqui oferecemos tratamentos naturais para ajudar a ultrapassar esta fase da vida.
Sente que o seu corpo está a mudar? Já não tem o mesmo sentido de humor de há uns anos e o seu desempenho físico piorou? Estes são apenas alguns sintomas da andropausa. Ao chegar a uma certa idade, o corpo do homem começa a sofrer mudanças hormonais, que se notam no exterior, tanto a nível físico como emocional. O baixo nível de testosterona, provoca uma alteração, pela negativa, no desempenho masculino, o que pode causar algum incómodo e insatisfação. Aqui oferecemos tratamentos naturais para ajudar a ultrapassar esta fase da vida.
TestRX   Mais Informação
58.95€        Em Stock

Poupe até 25%

Adicionar ao Carrinho
Oferta Especial
ArginMax para Homens Por Daily Wellness Mais Informação
39.99€        Em Stock

 

Adicionar ao Carrinho
Fórmula Única
Prelox Cápsulas para Erecção   Mais Informação
38.99€        Em Stock

Poupe até 10%

Adicionar ao Carrinho

Andropausa

Considerado por muitos como a menopausa masculina, a andropausa traz modificações à vida do homem podendo ser um período crítico de passagem para muitos. Nesta altura da vida dos homens, podem surgir vários problemas físicos e emocionais que podem trazer complicações à vida conjugal, social e familiar.

No entanto, os sintomas da andropausa acabam por ser normais a determinada idade e devem ser encarados com alguma normalidade e tranquilidade. É possível lidar com os sintomas da andropausa de forma natural de maneira a que os homens que passam por esta fase da vida tenham qualidade de vida e não encontrem problemas de maior.

Andropausa: a menopausa masculina?

A andropausa costuma surgir por volta dos 50 anos de idade e é semelhante à menopausa nas mulheres. Nesta altura da vida do homem há a diminuição lenta e progressiva da produção de testosterona e consequentemente dos seus níveis no sangue.

Esta queda na produção da hormona da testosterona - principal hormona masculina - é responsável pelo fenómeno chamado hipogonadismo havendo uma quebra da produção desta hormona pelos testículos. A andropausa acontece, quando não existem outros problemas, de forma natural com o envelhecimento do corpo do homem.

Ainda que os sintomas da andropausa comecem a aparecer por volta dos 50 anos, como sinal de envelhecimento do corpo, a andropausa pode surgir de forma precoce devido a fatores psicológicos como stress, depressão e ansiedade ou por problemas endócrinos que afetem a produção de testosterona.

Sintomas da andropausa

Quando há a quebra da produção de testosterona pelos testículos começam a surgir os primeiros sintomas que podem deixar o homem em sobressalto.

A falta de testosterona no corpo masculino é responsável por alguns sintomas típicos, sendo que alguns podem ser fáceis de resolver e outros de resolução mais difícil e, quando não acautelados, alguns sintomas da andropausa podem ter repercussões sérias para a saúde do homem.

Uma vez que a testosterona é responsável por funções como o controlo das funções sexuais, a baixa desta hormona pode estar na origem de disfunções sexuais como a falta de líbido, problemas de erecção, problemas de ejaculação e ainda problemas relacionados com a qualidade dos espermatozoides. Além disso, a falta de testosterona tem também influência no estado de humor masculino, perda de massa muscular e pode ainda estar relacionada com o aparecimento de vários doenças.

Os principais sintomas da andropausa são:

  • Perda de energia;
  • Cansaço frequente;
  • Alterações ao nível do humor;
  • Diminuição da líbido;
  • Disfunções sexuais como disfunção eréctil ou ejaculação precoce;
  • Diminuição da massa óssea;
  • Perda de massa muscular;
  • Diminuição da produção de espermatozóides;
  • Risco de infertilidade;
  • Calor;
  • Suores frequentes;
  • Aumento de gordura que se acumula na zona abdominal;
  • Pele seca em algumas zonas do corpo (cotovelos e joelhos especialmente);
  • Redução da quantidade de pelos na barba e no resto do corpo;
  • Risco de doença cardiovascular;
  • Risco de desenvolver diabetes;
  • Aumento dos níveis de colesterol;
  • Risco de sofrer de hipertensão;
  • Risco de obesidade;

Andropausa: uma questão hormonal?

Como sabemos, a principal hormona masculina, a testosterona, é produzida, à semelhança de outras hormonas, nos testículos e nas glândulas supra-renais. Estas hormonas, quando correctamente produzidas, mantêm o bom funcionamento e a integridade do eixo hipotálamo-hipófise-gonadal, um sistema que faz parte do hipotálamo (região do cérebro), a glândula hipófise e ainda as gônadas.

Assim como há a diminuição das hormonas na mulher na altura da menopausa, há também a diminuição da produção da testosterona no homem na altura da andropausa. No entanto, no caso feminino os efeitos desta baixa de hormonas têm consequências mais graves. De qualquer forma, a andropausa pode ser dramático para muitos homens.

Facto é que, por volta dos 50 anos de idade, juntamente com o envelhecimento do organismo do homem começa a diminuir a produção de testosterona, sinal que o homem sente, em alguns casos, de forma séria.

Tratamento natural

Quando o corpo apresenta os primeiros sintomas da andropausa, é importante que o homem tente procurar ajuda e percebe o que pode fazer para evitar males maiores. Uma vez que se trata da quebra da produção de testosterona, é possível procurar fazer a reposição hormonal de forma artificial, através de medicamentos. No entanto, este tratamento não significa que o homem vai voltar aos seus tempos de juventude. Há que perceber que, a par da diminuição dos níveis de hormonas, há o envelhecimento do corpo, de forma geral.

Deste modo, quando é feita a reposição de testosterona, alguns critérios devem ser seguidos para que a dosagem seja feita de acordo com os sintomas da andropausa. Além disso, o homem deve certificar-se que não sofre de outros problemas ou doenças com os quais a dosagem de testosterona poderá interferir.

No período da andropausa, aconselha-se a visita ao médico urologista de forma a fazer todos os exames necessários e ter um bom acompanhamento dos sintomas da andropausa.

Nesta altura da vida do homem, alguns medicamentos e suplementos podem ajudar o homem a lidar melhor com os sintomas da andropausa, ajudando ainda a resolver alguns dos problemas que aparecem com a diminuição de produção de testosterona. Para ajudar a resolver e atenuar alguns sintomas, Provacyl é um suplemento natural para a andropausa*. Ajuda a promover a saúde geral e o desempenho sexual masculino*.

Com ingredientes naturais e sem efeitos secundários, Prelox Cápsulas para Erecção é um tratamento seguro único que pode ajudar a melhorar as suas erecções e o seu desempenho sexual no geral*. Na mesma medida, os Comprimidos ProSolution com uma fórmula com ingredientes naturais, pode ajudar homens que sofrem de impotência sexual*, uma das possíveis complicações e sintomas da andropausa.

ArginMax para Homens é um produto natural que poderá ajuda a melhorar o desempenho sexual masculino*. Como ajuda a aumentar a circulação sanguínea* vai ajudar assim a obter melhores erecções*.

Com apenas uma cápsula por dia, Ultra Vimax Plus é um suplemento único para homens, que pode ajudar a melhorar o desempenho e a virilidade*, o que vai ajudar a aumentar a sua confiança*.

Pode ainda optar pelo suplemento alimentar Testrogain (com ZMA), que ajuda a estimular a produção de testosterona* de modo a manter uma saúde do sistema reprodutor equilibrada, e assim melhorar os seus níveis de energia*.

Andropausa: desempenho sexual e físico

Uma vez que a andropausa se dá com a diminuição da produção de testosterona, a vida sexual do homem vai ser uma das principais prejudicadas. Em primeira análise, vai haver uma diminuição da circulação de testosterona no sangue fazendo que diminua, por consequência, a produção de espermatozoides.

Também como uma das consequências da baixa de testosterona, na andropausa pode surgir a disfunção erétil. Ainda que a medicina já tenha soluções para esta disfunção sexual, aliado a outros sintomas da andropausa, a disfunção eréctil é um dos problemas que mais afecta a vida do homem. O impacto da disfunção eréctil ultrapassa a questão sexual da vida do homem, podendo ter sérias consequências na vida familiar e conjugal do casal.

A andropausa é um período de complicada assimilação para o homem, sendo que enfrentar problemas do foro sexual nem sempre é fácil. Muitos são os homens que sentem ansiedade e depressão nesta fase da andropausa, procurando o isolamento e prejudicando gravemente a vida do casal.

Ainda que a disfunção eréctil possa ocorrer em alguns homens na andropausa, nem sempre este facto se verifica. Para que um homem na andropausa sofra de disfunção eréctil é preciso que existam outros factores associados como problemas vasculares ou neurológicos ou ainda outras alterações hormonais.

No que diz respeito à sexualidade do homem na andropausa, é importante que os homens não deixem que o problema tome proporções sérias e procurem ajuda e tratamento atempadamente.

Alimentação e estilo de vida durante a andropausa

Como em grande parte dos problemas que vão aparecendo na nossa vida, o nosso estilo de vida e a dieta que escolhemos tem uma grande influência podendo fazer a diferença no alívio dos sintomas e ainda na forma como encaramos o problema. E não é difícil de chegar a essa conclusão: ao mantermos o nosso corpo saudável ao longo da vida, estamos a fortalecer o nosso organismo e as nossa defesas tornando-o mais resistente às agressões e às modificações que a idade vai trazendo.

Na andropausa, se ainda não o fez, é a altura mais que indicada para mudar: abandonar os maus hábitos, adquirir rotinas mais saudáveis e ter uma alimentação exemplar.

Álcool, tabaco e sedentarismo podem ser os responsáveis pela perda de massa óssea, elasticidade e o acumular de massa gorda que vai prejudicar a vida activa e a função sexual. Enquanto a nicotina acaba por contribuir, entre outros, para problemas de circulação sanguínea, o sedentarismo vai contribuir para o deteriorar da condição física. Além disso, o stress e o tabagismo são factores que contribuem para o aparecimento precoce da andropausa.

O exercício físico deve ser algo sempre presente nas nossas vidas mas é especialmente importante para homens na andropausa. Para contrariar os sintomas da andropausa aconselham-se exercícios aeróbicos que melhoram o fluxo sanguíneo e ajudam o corpo a lidar com as mudanças de humor. Manter uma rotina de exercício físico ajuda a lidar com sintomas como a perda de massa muscular, ajuda a combater o aumento de peso e contraria ainda a perda de massa óssea que contribui para o aparecimento de osteoporose.

A alimentação é também um tópico muito importante na fase da andropausa. Nesta altura, para ajudar a lidar com os sintomas da andropausa, o homem deve prestar especial atenção à dieta.

Inclua legumes e frutas: estes alimentos contribuem com as vitaminas e os sais minerais importantes para melhorar a forma física e mental do homem na altura da andropausa. Ajudam ainda a melhorar o humor e disposição em geral, ajudando a combater a falta de líbido, tornando ainda o desempenho sexual melhor.

Por outro lado, existem alimentos que têm de saltar do seu menu: sal e açúcar devem ser reduzidos ao máximo, gorduras, alimentos processados, substituindo as carnes vermelhas pelas brancas e magras e peixes. Estas ajudam a controlar os níveis de colesterol e evitam problemas cardíacos ajudando a retardar a perda de massa muscular.

Aposte no consumo de vegetais de folhas escuras como a rúcula e o espinafre, alimentos ricos em nutrientes que ajudam a fortalecer a massa óssea ajudando ainda a manter a forma física e as funções biológicas.

Por fim, de uma oportunidade aos grãos como o grão de bico e a soja porque são fontes fundamentais de proteínas e vitaminas que não só melhoram a qualidade da circulação do sangue como ajudam a controlar as alterações de humor, cansaço físico, melhorando a líbido e as disfunções sexuais, ajudando ainda a lidar com outros sintomas da andropausa.

*É importante notar que os resultados dos nossos produtos vão variar de indivíduo para indivíduo. Deve sempre usar ou tomar os nossos produtos em conjunto com uma dieta equilibrada e uma prática regular de exercício físico. Todos os comentários de clientes encontrados neste website, são verdadeiros.

Newsletter
Registe-se para Ganhar Ofertas Especiais