Página Principal > Fertilidade

Fertilidade

Sabia que cerca de 25% dos casais em Portugal têm problemas em conceber? As boas notícias são que agora estes mesmos casais poderão conseguir ultrapassar os seus problemas de fertilidade. Visitar o seu médico ou usar testes caseiros de fertilidade são a melhor forma de determinar qual o tipo de tratamento de fertilidade que beneficiará ambas as pessoas envolvidas.

babystart FertilCount ™ Teste de Fertilidade...

babystart Fertilcount Teste de Fertilidade Masculina permite ao homem testar o seu potencial de fertilidade, no comforto da sua própria casa, de uma maneira rápida e extremamente segura, sem necessidade de uma clínica.


38.49 €
Fertility Blend para Homens

  • Especialmente para homens
  • Apenas ingredientes naturais
  • Ajuda a aumentar a quantidade do esperma*
  • Ajuda a melhorar a mobilidade do esperma*
  • Com Chá Verde e Dong Quai


31.99 €
babystart FertilCheck ™ Plus Teste de Fertilidade...

  • Para ser utilizado a partir do conforto da sua casa
  • Resultados com exactidão de 97%*
  • Ajuda para descobrir se tem ou não problemas de fertilidade*
  • Fácil de usar
  • Pode ajudar a...


43.99 €
Fertility Blend para Mulheres

  • Produto de eleição para casais
  • Ajuda a melhorar na concepção de uma criança*
  • Ingredientes naturais de elevada qualidade
  • Com Chá Verde e Chá Vitex Agnus-Castus...


31.99 €

Fertilidade

A fertilidade é um elemento fundamental da vida do ser humano. É, por definição, a capacidade do ser para se reproduzir. Sempre que um casal tem problemas de fertilidade, isto é, quando um casal encontra problemas em engravidar, é normal que surjam dúvidas, anseios e preocupações.

Mas afinal, que parâmetros definem a fertilidade masculina e a fertilidade feminina? Quando saber se existem problemas de fertilidade, quando recorrer a um teste de fertilidade, consultar um especialista na matéria ou iniciar um tratamento para engravidar? Ainda que seja um assunto sério, a fertilidade e os problemas de fertilidade podem ser encarados com calma e tranquilidade, sem colocar demasiada pressão em nenhum dos membros do casal.

Saiba o que pode fazer para lidar com os problemas de fertilidade e fique a conhecer os melhores produtos para melhorar a sua fertilidade.

Problemas de Fertilidade

O primeiro conceito a reter é muito simples e diz que a fertilidade do ser humano é relativamente baixa. Um casal apresenta uma hipótese de engravidar de cerca de 20% ao mês. É, por isso, muito comum que haja algum tempo entre o início das tentativas para engravidar e a gestação propriamente dita. Isto levanta a questão: quando deve um casal pensar em infertilidade?

Infertilidade

O termo infertilidade conjugal deve ser utilizado para definir casos em que há a ausência de uma gravidez após 12 meses de relações sexuais regulares e sem o uso de um método anticoncepcional. Este é um limite de tempo importante e, após um ano sem conseguir engravidar, o casal deve procurar ajuda médica para uma avaliação adequada.

No entanto, existem situações em que este tempo deve ser menor. Por exemplo, quando a mulher tem 35 anos ou mais deve procurar ajuda após seis meses de tentativa.

Os problemas de fertilidade, nomeadamente a infertilidade não é um problema raro e atinge cerca de que 15% dos casais. Ressalta-se que 10% dos casais não apresenta uma causa que seja clara para explicar a infertilidade, mesmo após investigação completa, sendo este problema de fertilidade definido como infertilidade sem causa aparente. Por outro lado, cerca de 20% dos casais terá problemas de fertilidade tanto na mulher como no homem, o que explica a importância de investigar sempre ambos.

Principais causas de infertilidade:

  • Femininas: Problemas na ovulação; Alterações tubárias; Alterações no útero; Endometriose.
  • Masculinas: Problemas na formação, no transporte ou na ejaculação dos espermatozóides.

Fertilidade Masculina

O sistema reprodutor masculino tem como função produzir e transportar os espermatozóides. Ora, alterações neste sistema podem reduzir a quantidade, a movimentação, a forma e a capacidade de fertilização dos espermatozóides o que pode conduzir ao aparecimento de problemas de fertilidade. As alterações neste sistema podem dever-se a: varicocele, processos infecciosos, exposição a toxinas, fatores genéticos, alterações hormonais e obstrução dos ductos de transporte. Além disso, boa parte dos homens com alteração no sémen não tem qualquer motivo identificável que a explique.

A varicocele é a presença de varizes nas veias do escroto. Muitos são os homens que apresentam algum grau de varicocele mas há que estar atento ao grau em que se encontra. Quando este grau é importante - quando as veias são visíveis no exame clínico - há um aumento da temperatura, um acumular de substâncias tóxicas nesta região, e a produção de espermatozóides é prejudicada.

Este sistema pode também ser afectado pela presença de infecções que podem manifestar-se através da sensação de peso e dor na região. As infecções provocam um processo inflamatório que pode ser prejudicial à fertilidade por interferir na produção de espermatozóides ou aumentar o stress oxidativo a que estes estão sujeitos.

A produção de espermatozóides é ainda comprometida por diversos produtos tóxicos que fazem parte do nosso dia-a-dia. Estas toxinas levam ao comprometimento temporário ou definitivo da produção de espermatozóides. Quais são estas toxinas que lhe podem trazer problemas em engravidar?

  • Tabaco;
  • Medicamentos (como aqueles usados em quimioterapia);
  • Radiação;
  • Calor;
  • Hormonas exógenas;

Especialistas em fertilidade deixam conselhos no sentido de os homens que querem ter filhos não passarem longos períodos em situações que podem elevar a temperatura dos testículos, reduzindo a produção de espermatozóides. Está desaconselhado, por isso, conduzir por longas horas sem pausas, usar roupa interior ou roupas de desporto muito apertadas.

Problemas de fertilidade podem também ser justificados com alterações genéticas, que devem ser devidamente investigadas. Por outro lado, principal causa de obstrução dos ductos transportadores dos espermatozóides é vasectomia.

Quais são os factores de risco para problemas de fertilidade masculina?

  • A idade: não deixar para tarde engravidar;
  • Doenças sexualmente transmissíveis: prevenir e tratar rapidamente;
  • Peso: evitar baixo peso ou obesidade;
  • Tabagismo: parar de fumar, pois o tabaco reduz a fertilidade;

Fertilidade Feminina

Em primeiro lugar, há que esclarecer que a fertilidade feminina é muito diferente da fertilidade masculina, ainda que as duas tenham de funcionar juntas para que não haja problemas em engravidar.

É importante perceber que a fertilidade feminina é fundamentalmente determinada por factores genéticos e pela quantidade de óvulos com que cada mulher nasce. A ciência diz-nos que cada mulher nasce com cerca de dois milhões de óvulos nos ovários. É também este número de óvulos que vai determinar o tempo durante o qual uma mulher se mantém fértil. A cada ovulação a mulher perde 1000 desses óvulos que passam por um processo de morte celular programada. No entanto, alguns comportamentos de risco (como o consumo de drogas) ou tratamentos (como a quimioterapia) podem acabar por acelerar este processo de morte celular dos óvulos (podendo ainda fazer com que haja menopausa precoce).

A maior parte das mulheres tem ciclos menstruais mais ou menos regulares e previsíveis (ciclos com durações entre os 24 e os 35 dias). Contudo, algumas doenças (síndrome dos ovários poliquísticos, por exemplo) fazem com que não haja libertação de óvulos a partir dos ovários trazendo problemas em engravidar.

Alguns casos de problemas de fertilidade feminina devem-se a problemas nas trompas. A fertilidade feminina fica comprometida quando as trompas estão total ou parcialmente obstruídas, com consequente perda de funcionalidade. As doenças sexualmente transmissíveis estão no top das causas destes problemas das trompas. Infecções bacterianas (nomeadamente pela bactéria Chlamydia trachomatis) costumas sem silenciosas, dando poucos sintomas que levem a mulher a desconfiar de algum problemas de fertilidade, podendo passar completamente despercebidas. Quando o casal tem problemas em engravidar, é comum que o seu médico peça exames específicos às trompas para verificar a sua funcionalidade.

Algumas mulheres procuram um tratamento para engravidar quando estão numa fase muito stressantes da vida. Ainda que o stress só provoque alterações na ovulação em casos de stress extremo, físico ou emocional, o melhor é mesmo não arriscar e procurar manter os níveis de ansiedade controlados quando está a fazer algum tratamento para engravidar.

A idade é um factor de risco para a fertilidade feminina. Após os 42 anos, grande parte das mulheres é infértil, ainda que continue a ter menstruações regulares.

De igual modo, o facto de ter existido uma primeira gravidez nada garante que a mulher consiga engravidar uma segunda vez. São vários os casos que relatam problemas de fertilidade numa segunda gravidez, isto é, casos de infertilidade secundária em casais que não tiverem qualquer dificuldade aquando da primeira gravidez. Isto pode estar relacionado com problemas de fertilidade femininos (aumento da idade da mulher) ou problemas de fertilidade masculina (diminuição da qualidade do esperma).

O peso tem alguma influência da obtenção de uma gravidez. Não é por acaso que os especialistas aconselham muitas mulheres a perder algum peso antes de tentarem engravidar. A obesidade está directamente relacionada com problemas de fertilidade, principalmente nas mulheres.

Testes de fertilidade

Vulgarmente, os testes de fertilidade são mais vocacionados para as mulheres por se tratarem de testes de ovulação, que indicam quando a mulher está no seu período fértil. Estes testes de fertilidade utilizam uma pequena quantidade de saliva ou de urina, sendo muito fáceis de usar. Existem testes de fertilidade manuais e testes de fertilidade digitais. Nos testes de fertilidade manuais, a mulher tem de molhar o bastão que vem na embalagem do teste num pouco de saliva e o dispositivo irá mudar de cor conforme o resultado. O mesmo processo deve ser executado caso o teste de fertilidade seja de utilização com urina. No caso dos teste de fertilidade femininos digitais, poderá ficar a saber se está ou não no período fértil através do aparecimento no ecrã de uma carinha feliz.

No caso do homem, o espermograma será o melhor teste a fazer para determinar se existem problemas de fertilidade masculina. Além disso, existem outros exames capazes de avaliar a fertilidade masculina:

  • Teste pós coito: recolha de uma amostra do muco cervical (entre duas a 12 horas após o contacto íntimo) de forma a verificar a motilidade dos espermatozóides no muco.
  • Exame de anticorpos contra os espermatozóides: deve avaliar-se se os anticorpos da mulher estão a matar ou a imobilizar os espermatozóides.
  • Avaliação do DNA dos espermatozóides: para verificar a integridade destes.

De qualquer forma, em caso de suspeita de problemas de fertilidade masculina, o médico poderá fazer uma avaliação física completa, procurando por infecções do trato urinário e nos testículos. Esta avaliação poderá testar todo o sistema reprodutor, de forma a ter o máximo de informações possíveis sobre a saúde do homem. O médico poderá ainda questionar o homem sobre uso de medicamentos, drogas ilícitas e hábitos de consumo de álcool.

Como os testes de fertilidade não são apenas dedicados às mulheres, os homens podem adquirir um Teste de Fertilidade Masculina que lhes permite testar o potencial de fertilidade*. Este kit de teste é bastante exacto e mostra-lhe os resultados após alguns minutos*.

Por outro lado, sempre que existem dúvdas relacionas com a fertilidade do casal, é possivel que ambos testem a sua fertilidade e despistem problemas em engravidar com um Teste de Fertilidade para Casais . Ambos os parceiros (homem e mulher) podem usar este kit de teste, separados para homem e mulhe. Este teste de fertilidade é para ser usado em casa, tendo uma exactidão de 97%*.

Suplementos para ajudar a Engravidar

No que toca à fertilidade todo o cuidado é pouco e o casal deve esforçar-se para que tudo corra bem neste departamento, de forma a não encontrarem problemas em engravidar. Em alguns casos, a fertilidade do casal não permite que tudo corra sobre rodas e é necessário procurar um tratamento para engravidar.

Em alguns casos, existem suplementos para engravidar que podem ser uma ajuda essencial para ultrapassar os problemas de fertilidade.

Existem suplementos para engravidar e vitaminas para engravidar destinados para homens e para mulheres. Este suplemento de fertilidade ajuda a melhorar a mobilidade e saúde do esperma, e é também ideal para homens que acham que têm pouca quantidade de sémen*. Na mesma linha, Fertility Blend para Mulheres é um suplemento de fertilidade que pode ajudar a manter o bom estado de funcionamento do sistema reprodutivo feminino*.

A par destes suplementos para engravidar e da manutenção de um bom estado de saúde, deve procurar adoptar um estilo de vida saudável. Pode começar pela alimentação. Esta deve ser variada e equilibrada. Escolha produtos farináceos, vegetais, saladas e frutas, leite e derivados, carne e peixe. E claro, não esquecer a água. Deve evitar uma alimentação rica em açúcares e gorduras que vão favorecer o aparecimento de doenças como a diabetes, doenças da tireóide e ainda as doenças cardiovasculares, insuficiência hepática e renal. Estas doenças e problemas de saúde vão ser um entrave à fertilidade do casal e trarão problemas em engravidar.

Procure os alimentos ricos em antioxidantes que, no caso da fertilidade masculina, melhoram o desempenho dos espermatozóides.

Não se esqueça que deve procurar o seu médico quando não consegue resolver os seus problemas de fertilidade de forma natural e tranquila. O seu médico poderá ajudá-lo a lidar, tratar e resolver os problemas de fertilidade.