Eczema

O eczema é uma doença de pele que causa muita comichão e prurido na pele. É importante descobrir que tipo de dermatite ou eczema tem, para optar pelo melhor tratamento. Aqui explicamos um pouco sobre o que são os eczemas e como estes podem ser tratados.

Body Blendz Coconut Delight - Para psoríase e eczema

  • Trata psoríase, eczema
  • Reduz rugas
  • Esfoliante corporal para rosto e corpo
  • Ingredientes 100% naturais


29.99 €
EMUAID Barra Terapêutica

  • Barra terapêutica natural
  • Para ser usado na cara e corpo
  • Ajuda a reduzir as imperfeições da pele*
  • Efeito antibacteriano, antifúngico e anti-viral*


18.99 €
EmuaidMAX® Pomada Forte para Primeiros Socorros

  • Ajuda a dar alívio rápido da pele*
  • Ajuda a reparar, aliviar e a restaurar a pele*
  • Seguro para ser usado por toda a família
  • Rápida absorção


51.99 €
PyratineXR Pomada Intensiva Anti-Vermelhidão

  • Ajuda a manter pele hidratada*
  • Para rosácea, acne e eczema*
  • Ajuda a acelerara cicatrização*
  • Ajuda a remover manchas da pele*
  • Ajuda a promover uma pele mais saudável *


81.99 €
PyratineXR Creme | Rosácea, Acne, Eczema

  • Ajuda a reduzir a vermelhidão*
  • Ideal para acne e rosácea*
  • Creme de rápida absorção
  • Hipoalergénico e sem odor


65.99 €
PyratineXR Soothing Antioxidant Cleanser | Para...

  • Indicado para pele sensível
  • Para rosácea e acne
  • Refresca, limpa e hidrata a pele irritada*
  • Com ingredientes naturais, nutritivos e suaves


29.99 €
Emuaid Pomada de Primeiros Socorros. Para Erupções...

  • Ajuda a aliviar várias doenças de pele*
  • Ajuda a combater o eczema*
  • Adequado para toda a família - sem efeitos secundários*
  • Pomada homeopática, com ingredientes naturais


42.99 €

Eczema

Quem sofre de eczema sabe perfeitamente do que estamos a falar. Quem tem pele atópica ou sofre com dermatites constantes sente literalmente na pele os sintomas deste mal.

Ainda que haja muita informação sobre o eczema em várias plataformas, importa saber reconhecer os sinais de eczema e cuidar da pele, aprendendo como tratar o eczema da forma mais breve possível e com os melhores produtos, procurando sempre o melhor creme para o eczema*.

O que é um eczema?

O eczema, também conhecido como dermatite, é uma reacção da pele a vários tipos de agressão. O eczema é um tipo de reacção inflamatória da pele que resulta habitualmente em vermelhidão ou rubor, inchaço, dor e calor. Além de dar muita comichão pode ainda acontecer que haja saída de material das camadas da pele mais profundas, através de líquido ou células (exsudação). Trata-se de uma situação muito incómoda para os pacientes que têm de ter cuidados especiais para não desencadear crises de eczema. Além disso, pessoas que sofrem de eczema vêm as suas vida condicionadas por esta condição.

Quais são os tipos de eczema?

Dermatite atópica: Trata-se de uma doença de pele, crónica, com muito prurido e inflamação da pele. É uma condição que vai aparecendo ou desaparecendo uma vez que a inflamação surge quando a pessoa entra em contacto com os factores desencadeantes. Os factores que fazem despertar a dermatite atópica podem ser ambientais (fungos, pólen…), substâncias irritantes (sabonetes, detergentes, determinadas jóias…), alimentos que causem alergia ou outras alergias. A dermatite atópica é muito comum em crianças até ao primeiro ano de idade e tende a ocorrer em famílias, sendo, por isso, o historial familiar muito importante para este tipo de eczema.
Dermatite de contacto: Este tipo de eczema, como o próprio nome indica, é uma dermatite em que os sintomas acontecem quando a pessoa entra em contacto com algum elemento irritante. Trata-se de um eczema que dá uma reacção localizada, habitualmente com vermelhidão, ardor e prurido nas zonas que entraram em contacto com o elemento alergénio. A dermatite de contacto pode surgir quando o doente contacta com elementos como: detergentes da roupa, sabonetes, níquel, alguns cosméticos, perfumes e tecidos. Neste tipo de dermatite nem sempre é fácil determinar a causa do eczema uma vez que as pessoas contactam diariamente com enormes quantidades de possíveis gatilhos para a dermatite de contacto. Pessoas com historial de alergias têm mais hipóteses de vir a desenvolver dermatite e eczema de contacto.
Eczema seborreico: Este tipo de eczema pode também ser referido como dermatite seborreica. É uma inflamação da pele que acontece por motivos desconhecidos. Pessoas com eczema seborreico têm a pele amarelada, oleosa e descamação do couro cabeludo e da cara, sendo a caspa um bom exemplo de eczema seborreico. Nem sempre este tipo de dermatite tem manifestações comuns de eczema como a comichão. O stress é tido como um dos factores desencadeante do eczema seborreico. Pode surgir em pessoas com pele oleosa e sabe-se que lavagens frequentes e as condições atmosféricas podem levar a que uma pessoa desenvolva eczema seborreico.
Neurodermatite: Muito frequente entre os 20 e os 50 anos sendo que é um tipo de dermatite muito mais frequente em mulheres do que em homens. Trata-se de uma inflamação crónica da pele que começa com comichão localizada (uma picada de inseto, por exemplo) mas que agrava muito quando o paciente arranha. O stress é um dos factores que pode exacerbar os sintomas deste tipo de eczema. O resultado são manchas descamativas na cabeça, pernas, pulsos ou antebraços e, com o passar do tempo, a pele tende a ficar mais espessa.
Eczema disidrótico: Esta dermatite é a irritação da pele das palmas das mãos e dos pés. Os sinais típicos deste tipo de eczema são pequenas bolhas, profundas, grossas e claras que provocam comichão e ardor. Este tipo de eczema é também conhecido por dermatite vesicular palmoplantar e afeta até 20% das pessoas com eczema em alturas como a primavera e verão. Afeta homens e mulheres em igual número e em qualquer idade. Acredita-se que este tipo de dermatite possa acontecer em alturas de maior stress ou então como uma reacção alérgica do organismo à própria transpiração.
Eczema numular: Este eczema diferencia-se dos restantes uma vez que as lesões se apresentam sob a forma de moeda. A irritação causada por este tipo de eczema aparece geralmente nos braços, nádegas e na parte de dentro das pernas. Os doentes com eczema numular queixam-se de comichão muito forte. Ainda que se trate de um tipo de eczema pouco frequente, acomete sobretudo homens mais velhos e é uma condição crónica. É importante conhecer o historial familiar e identificar na família casos de dermatite ou pele atópica, assim como asma ou outras alergias, uma vez que pessoas com estas condições têm risco aumentado de desenvolver eczema numular.

Dermatite de estase. É uma irritação da pele que acontece na parte inferior das pernas. Está habitualmente relacionada com problemas circulatórios, nomeadamente com insuficiência venosa. Este tipo de dermatite acontece quase exclusivamente em pessoas com mais de 50 anos e idosos e o risco de sofrer de dermatite de estase aumenta com o avançar da idade. Além da comichão este tipo de eczema apresenta-se sob a forma de descoloração castanha-avermelhada nesta zona das pernas. Com o passar do tempo podem formar-se bolhas e mais tarde podem surgir úlceras. Esta condição provoca dor e inchaço nas pernas.

Eczema: quem está em risco?

O eczema pode afectar qualquer pessoas em qualquer altura da vida mas é sobretudo mais frequente em pessoas com tendência para problemas de pele. É também muito frequente em pessoas com pele atópica, um tipo de pele com alterações genéticas que as deixam predispostas a reagir com mais intensidade aos estímulos ambientais. Pessoas com pele atópica tendem a sofrer de uma ou mais doenças alérgicas como é o caso da dermatite atópica, rinite alérgica ou asma brônquica.

O eczema é extremamente frequente em crianças, sobretudo nos primeiros anos de vida e chega a atingir uma larga percentagem de crianças até e adolescentes.

Em bebés, é muito frequente que exista a chamada dermatite da fralda. Trata-se de uma reacção alérgica, através de dermatite, às fraldas. O bebé fica com a zona íntima e a zona do rabo completamente irritada e com dor. Nestes casos, os pais devem procurar acalmar as lesões com uma creme para eczema ou com creme hidratante para dermatite atópica.

Os antecedentes familiares são muito importantes para determinar quem pode estar em risco de sofrer com eczema. Existe uma predisposição genética para o eczema, sendo que quando um dos pais tem a doença há um risco maior de que a criança também venha a sofrer com eczema.

De igual modo, os factores ambientais são fundamentais uma vez que há uma grande influência destes factores no desenvolvimento de eczema. Sabe-se que o eczema é uma doença mais prevalente em países industrializados.

Sintomas de eczema

Os sintomas de eczema e a sua intensidade vão sempre variar de pessoas para pessoa, tendo em conta factores como a idade, doenças e estilo de vida.

No geral, os sintomas do eczema são placas vermelhas que depois se cobrem com pequenas vesículas dando então origem a crostas. O eczema dá muita comichão, dor, ardor e, em alguns casos mal estar. O paciente com dermatite queixa-se da comichão aguda e desesperante que agrava cada vez mais à medida que coça.

Em que zonas aparece e se distribui o eczema? As zonas do eczema variam conforme o tipo de eczema e o factor que o desencadeou. depende se se trata de um traumatismo ou de uma reacção alérgica ou ainda pelo tipo de substância com que o paciente contactou. No entanto, estas são as zonas mais comuns para o aparecimento de eczema na pele:

  • Face: testa, maçãs do rosto, mento ou queixo;
  • Pescoço;
  • Prega do cotovelo;
  • Punhos;
  • Virilhas;
  • Zonas genitais (zonas externas);
  • Zona perianal;

Como tratar o eczema com produtos naturais*

Para melhores resultados no tratamento do eczema, deve escolher produtos que respeitem as necessidades da sua pele. A par de qualquer tratamento para o eczema ou outro problema de pele, deve manter os cuidados naturais diários com a sua pele - salvo indicações específicas do seu médico - de forma a mantê-la sempre limpa, cuidada e hidratada. Desta forma, o creme que escolher para ajudar a tratar o eczema ou a dermatite vai surtir efeitos muito mais satisfatórios*.

Uma vez que uma situação de eczema ou dermatite deixa a sua pele muito sensível e fragilizada, escolha produtos que respeitam a sua pele. Opte por um Creme para eczema especialmente recomendado a pessoas que têm a pele sensível, irritada e inflamada*. Além de ser a escolha ideal para doentes com eczema, é ideal para pessoas com rosácea e acne inflamatória*. Contribui para a redução da vermelhidão, cicatrizes e até veias de aranha*.

Esta 
Barra Terapêutica natural ajuda em casos de dermatites, eczemas, psoríase e rosácea*, uma vez que é rica em óleos naturais essenciais que ajudam a esfoliar delicadamente a pele, enquanto a deixam hidratada*, sendo uma boa opção de tratamento do eczema.

Em casos mais urgentes pode ter sempre em casa uma Pomada Primeiros Socorros, uma excelente ajuda para tratar e aliviar condições de pele complicadas, como por exemplo, herpes zóster, eczema na pele, herpes labial, infecções fúngicas*. Esta pomada para eczema, ajuda a reparar, aliviar e a restaurar a pele danificada assim que aplicado*.

Prevenir o eczema

Existem cuidados gerais no que diz respeito ao eczema e à dermatite. Antes e após o tratamento do eczema o paciente deve ter em mente que o eczema pode reaparecer e para que tal não aconteça há que evitar ao máximo as possíveis causas do desencadeamento do eczema. Habitualmente, deve tratar os fungos e bactérias que podem estar na origem do eczema.

O tratamento do eczema deve ser levado até ao fim e deve usar a pomada e o creme para o eczema recomendado de forma a que o tratamento do eczema seja indicado*. Pessoas com eczema e pele atópica sabem que devem ter cuidados específicos com o tipo de roupas, devendo sempre optar por algodão e não tecidos sintéticos que podem agravar o eczema atópico.

  • Evitar coçar - ao coçar a pele atópica vai apenas agravar os sintomas de dermatite e aumentar o sofrimento. Evite coçar a pele, usando na vez disso, compressas frias ou um banho de água morna que ajudará a prevenir a inflamação causada pelo eczema atópico. Procure ainda manter as unhas sempre bem curtas para evitar danos na pele caso não resista a coçar.
  • Reduzir o stress - este pode ser o responsável por um episódio exacerbante do eczema. Evite estes episódios procurando controlar o stress com técnicas de relaxamento. do mesmo modo, deve procurar ter uma adequada higiene do sono e descansar o suficiente.
  • Manter a pele hidratada - enquanto que a pele seca e descamativa vai piorar as queixas de eczema, a pele cuidada e hidratada vai ajudar no tratamento do eczema de forma natural. Tenha sempre consigo uma pomada para eczema ou um creme hidratante para a dermatite atópica. Complemente a sua rotina de higiene com hidratantes específicos para o tratamento do eczema.
  • Evite substâncias irritantes - que podem ir desde tecidos ásperos ao toque, como lã, a produtos de limpeza e detergentes, sabonetes fortes ou até mesmo temperaturas baixas. importa que identifique quais os produtos que podem despoletar uma crise de dermatite e evitar o contacto com eles.